Câmara de Gravatá realiza prestação de contas de recursos públicos

O advogado Dr. Washington Amorim também destacou a posição privilegiada de Gravatá no Ranking de transparência do Tribunal de Contas do Estado (TCE/PE) diante os municípios de Pernambuco

3065
Léo do AR - Foto - Gilvan Silva
Seguir
( 0 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

A Câmara Municipal de Gravatá mais uma vez sai na frente e é a primeira da região a apresentar o seu relatório contábil com vista a prestação de contas ao exercício 2017. O encontro solene aconteceu na manhã desta quarta-feira (17) na sala de sessões e foi presidida pelo Chefe do Poder Legislativo, Léo do AR (PSDB), e coordenada pelo mestre em contabilidade, Carlos B. Oliveira, e o advogado Dr. Washington Amorim.

A prestação de contas foi aberta ao público e também contou com a participação dos ex-vereadores Cecé Ribeiro e Lula do Padre, além dos vereadores Val do Ônibus (PRB), Nino da Gaiola (PSB), Gustavo da Serraria (PV), Bolo da Areia (PSDB), Dode Flores (PSDB), Marcelo Motos (PSB), Néo do Boi (PSDC), Régis da Compesa (PEN), Toinho da Rodoviária (PRTB). Os vereadores Miaeiro (PSB) e Júnior de Paulo (PRP) justificaram a ausência, enquanto os vereadores Léo Giestosa (PP), Nego Suíno (Patriotas) Paulo Farias (PSB) não justificaram a falta.

Léo do AR – Foto – Gilvan Silva

A prestação de contas foi aberta ao público e também contou com a participação dos ex-vereadores Cecé Ribeiro e Lula do Padre, além dos vereadores Val do Ônibus (PRB), Nino da Gaiola (PSB), Gustavo da Serraria (PV), Bolo da Areia (PSDB), Dode Flores (PSDB), Marcelo Motos (PSB), Néo do Boi (PSDC), Régis da Compesa (PEN), Toinho da Rodoviária (PRTB). Os vereadores Miaeiro (PSB) e Júnior de Paulo (PRP) justificaram a ausência, enquanto os vereadores Léo Giestosa (PP), Nego Suíno (Patriotas) Paulo Farias (PSB) não justificaram a falta.

O encontro foi de extrema importância e tirou todas as dúvidas referentes aos gastos dos recursos públicos da Câmara de Vereadores. Segundo o contador da entidade, a Câmara fechou o ano 2017 dentro do limite prudencial constante na Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), cumpriu suas obrigações previdenciárias, pagou os funcionários e vereadores dentro do prazo, inclusive com antecipação e quitação do décimo terceiro salário nos meses de junho e dezembro do ano passado.

Dr. Washington Amorim. Foto: Gilvan Silva

O advogado Dr. Washington Amorim também destacou a posição privilegiada de Gravatá no Ranking de transparência do Tribunal de Contas do Estado (TCE/PE) diante os municípios de Pernambuco. Washington também reforçou que todos as empresas contratadas para prestação de serviço da Câmara municipal respeitou a Lei de Licitações, inclusive com chamada pública no Diário Oficial do Estado (DOE).

Josivan Xavier. Foto: Gilvan Silva

O Controlador-geral da Câmara, Josivan Xavier, disse que a maioria dos serviços prestados na câmara foram ofertados para os comerciantes da cidade, o que fortaleceu o compromisso da atual gestão com a geração de emprego e renda no comércio local. Por fim, o presidente da Câmara reforçou que os valores gastos em sua gestão são enviados em tempo real para o sistema de monitoramento do TCE. O SAGRES é um sistema que coleta dados referentes a Despesas, Empenhos, Disponibilidades, Licitações, Obras e pagamento de Funcionários e Credores.

Para Léo do AR, burlar os recursos públicos é quase impossível: “Não vamos dar ouvidos para conversas de botequim e padaria. A Câmara de Gravatá é transparente e segue todos o ritual do Tribunal de Contas. Quem tem boca fala o que quer. Os que falarem a verdade estaremos de portas abertas para tirar todas as dúvidas, enquanto os mentirosos serão desmarcados com as verdades apresentadas aqui”, disse Léo do AR.

Deixe sua opinião!