Seguir
( 0 Seguidores )
X

Seguir

E-mail : *

Durante o período da campanha eleitoral nos anos 2015/2016, escutei muita gente comentando que em Gravatá não nasciam mais bebeis, motivo pelo qual a Maternidade estava desativada. As críticas eram constantes. Outro assunto muito debatido foi o esvaziamento da Construção Civil, principalmente porque atingiu um número significativo de trabalhadores do setor, gerando desemprego em massa na cidade. Também, o principal setor dinâmico de nossa economia estava na UTI, acabaram com nosso turismo de eventos, tirando de Gravatá o protagonismo de ser um dos destinos turísticos mais procurado do Estado de Pernambuco.

Ler está matéria na mídia local: “Aumenta o número de parto no Hospital Doutor Paulo da Veiga Pessoa”, me deixa muito satisfeito, enquanto participante de uma gestão que trabalha. E isso só acontece porque o Prefeito Joaquim Neto, que todos conhecem pelo seu serviço prestado na saúde, com muita determinação, reconstruiu os dois Bloco Cirúrgico do Hospital Dr. Paulo da Veiga Pessoa. Além de contratar mais médicos, e em breve será realizado um mutirão de pequenas cirurgia.

A Construção Civil é outro ponto que saiu do trololó da oposição, os mesmos que irresponsavelmente desempregaram centenas de pais de família. Tenho observado em todo os cantos da cidade muitos entulhos nas ruas, tem sido um tormento para a administração, no entanto, é um sinal claro que as obras voltaram a serem feitas, seja de pessoas físicas, ou de empresas e principalmente da Prefeitura, já gerando os empregos necessários para calar a boca da oposição. Alem disso, aprovamos a Lei Nº 3761/2018 – Dispõe sobre o programa “regularização é crescimento”, disciplinando procedimentos para regularização de imóveis localizados no município de Gravatá. A lei oportunizou a regularização de vários imóveis. Somado a isto, e já terci comentários em outros textos, foram instaladas na cidade grandes investimentos privados. A exemplo da Loja Veneza e vários outros pequeno comércios em todos os setores: bares, restaurantes, lojas de material de construção, salão de beleza, lanchonetes etc.

Ainda no tema construção civil, mais uma vez o Prefeito Joaquim Neto provou que é um grande administrador. Em um ano, aprovou o Projeto Minha Casa Minha Vida, inicialmente com 194 unidades e no mais tarda a aprovação de mais 430 unidade, que vai amenizar o sofrimento de 624 famílias gravataenses. Também, a aprovação de 02 escolas, 02 creches, 04 quadras, um investimento na ordem de 18.3 Milhões de reais.

E o terceiro tema a ser abordado foi o resgate do Turismo de Eventos. Tem gerado emprego e renda, lotando os hotéis, os restaurantes, os bares da cidade, o Mercado Cultural, os supermercados e a feira livre, gerando um volume de recurso financeiro surpreendente. Quem tiver a curiosidade de consultar os Balanços Financeiros da Prefeitura, visitem o Portal da Transparência, vai entender o que é uma gestão voltada para o resultado. Só como exemplo, duplicamos a arrecadação do ICMS do Município em relação a 2016, isto quer dizer que o comércio de Gravatá está aquecido, prova cabal que todo o trabalho desenvolvido na melhoria da geração de emprego e renda, seja na construção civil e nos grandes eventos está dando os primeiros frutos. Diante das constatações de que GRAVATÁ AGORA É CRESCIMENTO, a oposição está mais perdida do que cego em tiroteio. Apesar de vocês, amanhã será um novo dia, com prosperidade para o povo de Gravatá

Joeides Pereira
Secretário de Governo e Participação Social de Gravatá