Resultado do trabalho de 3 anos, Gravatá recebe 50 milhões em obras para 2020

1200

O ano de 2020 começou de um modo todo especial para os gravataenses, trazendo mais esperança e a certeza de que dias ainda melhores virão para o povo nos quatro cantos da cidade. Isto porque o Prefeito Joaquim Neto já assinou ordens de serviço que autorizam o início da realização de diversas obras por todo o município. Com a aquisição de 50 milhões de reais, que serão investidos na mudança definitiva da paisagem de Gravatá, o recurso só foi possível devido ao trabalho de reorganização da administração pública feita pelo prefeito e por sua equipe, ao longo dos últimos três anos. Sem a reestruturação do tripé da gestão: Administração, Finanças e Credibilidade, não seria possível começarmos a ver o surgimento dos frutos que agora aparecem.

Tais frutos, decorrentes do investimento conquistado, começam a tomar forma na construção de 01 ponte, 02 escolas de tempo integral, 08 quadras poliesportivas, 02 creches, reformas das Unidades Básicas de Saúde, do Hospital Dr. Paulo da Veiga Pessoa, do SAMU,10 milhões em asfalto das principais ruas do centro, mais de 7 milhões em iluminação de LED, e outras ações, como a aquisição de novas ambulâncias, municipalização do trânsito, aquisição de novas maquinas para a zona rural, além do grande projeto habitacional do programa Minha Casa Minha Vida, que já está prestes a entregar as primeiras 196 unidades para as famílias.

Quanto à organização do tripé da gestão, no primeiro ponto dele, na Administração, ao longo dos últimos três anos, a luta foi para estruturar inicialmente as secretarias, de forma a possibilitar as condições necessárias para os profissionais poderem desenvolver suas missões. Podemos citar, por exemplo, os esforços que tornaram possíveis as novas instalações da Secretaria de Educação, que agora está localizada na antiga Pousada do Sol; a nova sede da Secretaria de Saúde, na Rua do Norte; a reforma da Secretaria de Infraestrutura, na antiga Cajuvita; o novo e confortável prédio da Secretaria de Assistência Social, na antiga lavanderia, bem como a organização dos espaços da Secretaria de Administração e da Secretaria da Mulher.

No segundo ponto, na área das Finanças, a crise econômica foi uma oportunidade para mostrar a capacidade de gestão da equipe. O ambiente encontrado em 2017, quando assumimos a prefeitura, com falta de recursos, queda das transferências intragovernamentais, como o FPM e recursos da Saúde e Educação, foi determinante para podermos enfrentar com muita competência o que tinha de ser feito. Assim, melhoramos a eficiência na arrecadação das receitas próprias, muitas vezes, boicotada por uma oposição débil, que não sabe para onde vai o dinheiro público.

A melhoria da receita própria, inclusive, possibilitou resgatar os investimentos na nossa agenda cultural, como os eventos do Carnaval, Semana Santa, São João e Natal de Paz e de Luz, além do resgate das festividades dos distritos e muitas outras ações, como o desfile de 7 de Setembro, Festa de Reis e o apoio a todas as manifestações esportivas e culturais da cidade. Ressaltamos, também, os investimos na feira livre, com o ordenamento e troca das lonas e reforma dos três mercados públicos, que muito tem contribuído para o turismo de Gravatá.

Porém, a mais importante realização no campo das Finanças foi o pagamento nos três anos de gestão dos salários dos servidores em dia, uma marca do prefeito, que revela sempre seu respeito pelo funcionário público. Destacamos, também, a transferência para a previdência dos servidores – IPSEG, de mais de 1 milhão ao mês para complementar a folha dos aposentados, somando em um ano mais de 13 milhões de reais, tirando da administração a capacidade de investimento na infraestrutura da cidade.

O terceiro e último ponto do tripé foi resgatar a Credibilidade da cidade para buscar novos recursos para os investimentos que já foram mencionados. É sempre bom lembrar que o Prefeito Joaquim Neto recebeu a prefeitura de uma intervenção, o que já configurava Gravatá naquele momento como uma cidade sem credibilidade, sem emendas parlamentares, com suas finanças desorganizadas e nas páginas policiais. Já no primeiro ano de sua gestão, Gravatá se colocou em 4º lugar na Transparência no ranque do Tribunal de Contas de Pernambuco. Tiramos o município do CAUC, ganhamos o respeito e a confiança dos nossos parceiros.

Como partimos do zero, perdemos muito tempo para todos estes ajustes, mas conseguimos. Com tudo organizado: Administração, Finanças e a Credibilidade, o prefeito teve as condições de bater na porta dos Ministérios e apresentar os projetos estruturadores que hoje estão se concretizando, chegando ao terceiro anos de administração com resultados impressionantes, tendo em vista, a desordem que tomou Gravatá nos últimos 08 anos.


Joeides Pereira da Paz
Secretário de Planejamento e Orçamento de Gravatá.

Deixe sua opinião!

Assine agora mesmo nosso grupo no WhatsApp e seja o primeiro e saber de tudo!

ASSINAR GRUPO VIP GRÁTIS

- - anuncie aqui - -

Anuncie