Vereadora Sônia chama Vereador de Bandido Durante Sessão na Câmara de Vereadores

262
Fotos: Gilvan Silva 

Mais uma vez, a vereadora de oposição “Sônia Souza” (PP) se envolve em polêmicas envolvendo colegas parlamentares da Câmara Municipal de Vereadores Gravatá durante sessão desta quinta-feira 09.

Dos 15 vereadores, apenas 14 compareceram a sessão e 10 vereadores realizaram perguntas e os demais agradeceram por algumas requisições. 

Estavam presentes, os vereadores “Luiz Prequé, Angélica de Ademir, Nino da Gaiola, Gustavo da Serraria, Júnior de Paulo, Junior de Obras, Sônia Souza, Léo do Ar, Élson Campos, Regis da Compesa, Léo Giestosa, Pedro Martiniano, Fernando Resende e João Paulo“.

O Destaque foi para a vereadora Sônia. Ela aproveitou seu tempo durante pergunta direta ao Interventor do Município “Mário Cavalcante” que esteve presente a pedido do vereador Luiz Prequé onde detalhou seus seis meses de gestão a frente do município, para atacar um colega parlamentar.

Segundo a Vereadora “Os remédios de Gravatá eram comprados a um vereador”, vereador esse não citado durante a pergunta, mas que logo a frente foi revelado. Tratava-se do vereador Léo Giestosa que revoltado com a atitude da vereadora em dizer que ele estaria sendo investigado pelo Ministério Público após o afastamento do prefeito “Bruno martiniano”, respondeu dizendo que a mesma estaria em um Bar da cidade, acompanhada de pessoas e lá estava chamando os colegas parlamentares de bandidos.

“Quero me referir a Sônia Souza, e dizer a ela que não tem falcatrua não, não tem falcatrua aqui não. Segundo, você gosta de falar muito, eu gosto do olhar nos olhos, olhe pra mim “Sônia responde” (Eu Olho Para Você), você na semana passada estava lá no Bar da Puiga, a senhora falando, chamando seus colegas de bandido, certo, se tem um bandido aqui se chama a senhora que tava roubando o dinheiro do povo de Gravatá. Devolva o dinheiro que você não merece respeito não.” Rebateu o vereador Léo Giestosa durante Sessão.

O Presidente da Câmara “Pedro Martiniano” pediu ordem na casa e bateu de frente dizendo que estava ali para debater assuntos da Intervenção e não assuntos pessoais. Que os mesmos respeitassem o interventor que ali estava presente.

Após a sessão ser encerada, mais um bate boca entre os vereadores aconteceu, e mas uma vez, a vereadora Sônia deu o ponta pé inicial, indagando o vereador com as seguintes palavras “Você me respeite seu cachorro”, o vereador a todo momento repetia a mesma frase “SEU MANDATO SÓ VAI ATÉ DEZEMBRO” e a vereadora partiu pra cima do vereador lhe chamando de bandido. 

“Você está fazendo isso porque é uma mulher, com um homem você não faz isso, seu bandido”. Palavras finais da vereadora Sônia Souza que ainda afirmou que o vereador é vendedor de nota.

Sônia tem histórico de discussões com colegas parlamentares e até com funcionários da casa Elias Torres. 

Confira abaixo um trecho final da discussão. 


Direto da Redação: Gilvan Silva
NA MIRA DA NOTÍCIA

Deixe sua opinião!